O espetáculo de um lançamento de foguete

Por Gizmodo Brasil - - Destaque
O espetáculo de um lançamento de foguete

Ano passado, a Lenovo lançou o YouTube Space Lab que, usando o portal de vídeos, fez uma promoção para que adolescentes elaborassem ideias para experiências científicas no espaço. O único pré-requisito era que eles usassem computadores da marca. O canal é gerido por outra marca atualmente, a revista Scientific American – mas a Lenovo continua sendo uma das grandes incentivadoras dessa experiência.

E as surpresas continuam. Há alguns dias, duas meninas seguiram normalmente para as aulas em mais um dia rotineiro nos Estados Unidos. O que Sara Ma e Dorothy Chen não esperavam era um convite super inusitado: assistir ao lançamento de um foguete de verdade… Lá no Japão.
Tratava-se do lançamento do foguete japonês Jaxa, que ia rumo à Estação Espacial Internacional (ISS). O sentimento das jovens? Animação do começo ao fim – afinal, não é todo o dia que você vê um foguete sendo lançado ao vivo, em uma torre a 3,5 km de distância. “O lançamento em si foi curto – provavelmente menos de um minuto”, contou uma delas. “Se o céu não estivesse nublado, provavelmente veríamos o durante mais tempo.”

O foguete não era tripulado, mas as meninas tiveram a oportunidade de mandar o seu experimento para o espaço: a medição de um crescimento de uma bactéria no Espaço – lá, elas esperam que isso aconteça mais abundantemente do que na Terra.

Embora tenham ganho ultrabooks da Lenovo, elas decidiram fazer uma viagem livre de gadgets – mas os usaram depois para postar novidades sobre a viagem.

Não custa relembrar: a Estação Espacial Internacional tem mais de 60 computadores ThinkPad a bordo que permitem aos astronautas acessar a internet por meio de conexão Wi-Fi para falar com seus familiares  em programas de conversação, por exemplo.

Os notebooks estão em uso por lá desde 1998, embora façam parte das missões dos ônibus espaciais desde 1995. Mas, é claro, as funcionalidades dos notebooks disponíveis na ISS não se restringem apenas a essas atividades mencionadas acima. Eles também são usados para fins de observação da Terra a partir de softwares sofisticados para controlar câmeras de alta definição e espectrômetros, por exemplo.

O ThinkPad também é o coração da ISS, porque um deles, totalmente modificado, é um centro de suporte geral que permite desde localizar a posição da estação no Espaço até agendar o descarte de urina. Fantástico, não? A credibilidade desse modelo é tamanha que outras agências espaciais, como a Jaxa e a Esa, também usam a tecnologia dos ThinkPads, cujas funcionalidades para o Espaço incluem testes térmicos, de radiação,  de fogo e de supressão de fogo, além de testes de resistência a gases.

Artigos Relacionados