Carregador Portátil para celular

Por Lenovo Brasil - - Geral
Carregador Portátil para celular

Ao longo da última semana desenvolvemos mais uma Lenovo #Techrecipes. Através de nossas redes sociais, ajudamos a fortalecer a cultura do DIY (o famoso Faça Você Mesmo) publicando o passo –a-passo de um projeto bem legal desenvolvido por Daniel Basconcello Filho, do blog Robotizando: um carregador de celular portátil que funciona em qualquer smartphone. Agora chegou aquele momento em que unificamos todas as informações aqui no blog, pra que você possa desenvolver o projeto do começo ao fim! ;)

Carregador portátil, DIY, techrecipes,

Material:

Vamos separar os materiais para realizarmos essa tarefa. Embora a lista seja extensa, alguns itens possivelmente você já tem em casa e o restante não é difícil de encontrar. Olha só:

Carregador portátil, DIY, techrecipes

A. 1 alicate de bico/corte;

B. 1 tesoura;

C. 1 pedaço de fio fino (rígido);

D. 1 desenho pra imprimir em papel couché 180g (baixe em [URL]);

E. 1 suporte pra 6 pilhas ou conector pra bateria de 9V;

F. 1 chave de fenda pequena ou alfinete (algo pontiagudo);

G. 1 cabo de extensão USB (fêmea);

H. 1 regulador (modelo 7805);

I. 1 capacitor 100uF / 16V;

J. 1 LED de 5mm (qualquer cor);

K. 1 capacitor 100nF/ 200V;

L. 1 diodo retificador (modelo 1N4007);

M. 2 resistores 10k ohms;

N. 1 resistor 330 ohms;

O. 6 pilhas AA.

Itens preparados? Então é o momento Faça Você Mesmo!

Passo 1:

Carregador portátil, DIY, techrecipes,

Agora que o material já está separado e pronto pra ser utilizado, é a hora de fazer o download do sistema que vamos usar. Imprima-o numa folha de papel couché de 180g e em seguida utilize um objeto pontiagudo para fazer furos nos círculos pretos (de acordo com a imagem). Mais tarde, você vai utilizá-los para encaixar os componentes.

Passo 2:

Carregador portátil, DIY, techrecipes,

Encaixe os terminais dos componentes nos furos feitos no desenho que foi impresso. O diodo retificador encaixa no D1, na posição da imagem. O capacitor 100uF encaixa no C2, de forma que o polo positivo coincida com o sinal “+” do desenho e o polo negativo no outro furo. Finalmente, o LED encaixa na posição “LED”, de forma que seu chanfro coincida com o desenho. Do outro lado, os fios devem ficar expostos pra que seja feita a ligação entre eles com mais um pedaço de fio.

Como esta segunda etapa tem processo bastante importante do projeto, preparamos um vídeo pra deixar ainda mais claro:

Passo 3:

Carregador portátil, DIY, techrecipes,

Agora que todos os componentes já foram posicionados, é hora de juntá-los no verso do desenho pra formar um circuito (conforme a imagem acima). E pra isso, fizemos um esqueminha. Primeiro, deixamos as ligações divididas em duas cores: azul e vermelho. As ligações de cor azul devem ser feitas com um pedaço de fio fino (rígido) e as de cor vermelha com os próprios componentes. Pra facilitar as ligações, use o alicate. Depois batizamos cada conexão com uma letra. As letras devem ser conectadas da seguinte maneira:

A — B

C — D

C — E

F — G

G — H

G — I

I — J

J — K

K — L

M — N

N — O

O — Q

Q — U

V — X

P — Y

 

Passo 4:

Carregador portátil, DIY, techrecipes,

Pegue o cabo de extensão USB, corte-o pra que fique com 5 cm de comprimento e desencape a ponta de um lado pra que fique exposto os 4 fios internos. Depois desencape a ponta desses 4 fios internos. Pra finalizar a receita, é hora de juntar o suporte de pilha e o cabo de extensão USB no circuito principal que foi montado. Na entrada, pegue o suporte de pilha e conecte o fio vermelho no polo positivo e o fio preto no polo negativo. Na saída, pegue o cabo de extensão USB com o fio que foi cortado, e conecte o fio vermelho no polo positivo e o fio preto no polo negativo. Os outros dois fios que sobraram do cabo de extensão USB, conecte no terminal central. Pra testar, coloque as pilhas: se a luz de LED ligar, está tudo funcionando perfeitamente.

 

Ao longo da semana alguns #doers publicaram em nossas redes sociais algumas dúvidas sobre o processo de construção do Carregador Portátil. Respondemos algumas, que estão logo abaixo:

- Não dá problema juntar o TX e o RX da USB?
Na verdade, na USB é d+ e d -, e não tx/rx. A USB é uma linha de dados diferencial e o telefone é um USB guest que conecta em USB host, ou seja, quem “manda” na linha é o host. Ou seja, o carregador. Quem comanda a spec usb ( vide www.usb.org) é o host (carregador) que informa 2,5volts no d+ e no d- (pino 2 e 3). Para o Iphone significa que uma linha usb de carga está ativa. Androis não reconhecem essa info e aceitam apenas os 5v (entre pino 1 e 4). Na verdade é um truque , já que no d+ e d- deve constar 3,3v mas, dadas as tolerâncias, 2,5volts servem. Conseguimos isso com um divisor, formados pelos dois resistores iguais.

- Qual é a voltagem de saida que passa pela usb?
A voltagem entre o pino 1 e 4 é 5volts sempre e o regulador garante isso.

- Quantos MHA terá essa bateria?
A capacidade de carga (mili Ampére hora ou mAh) depende do tipo de pilha usada. A rigor o nosso carregador pode ser usado com qualquer tipo de pilha, ou qualquer tipo de bateria que forneça entre 6volts e 30 volts. Isso significa que pode ser ligado (+ e – de entrada) desde um carregador solar até uma bateria de caminhão (24v).

Invenção finalizada! Além de ser um desafio legal pra testar suas habilidades em montar dispositivos, esse carregador também pode acabar te salvando quando não tiver uma tomada por perto. Quem montou, mostra pra a gente se tudo está rolando legal. É só postar instagram ou no facebok uma foto ou vídeo com #LenovoTechRecipes e #LenovoCarregadorPortátil. E fiquem ligados que logo tem mais uma receita pra vocês continuarem testando suas habilidades tecnológicas. ;)

Artigos Relacionados